Cibersegurança: Sobram Vagas, Faltam Profissionais.

Cibersegurança: Sobram Vagas, Faltam Profissionais.

No ano passado fizemos um artigo mostrando os profissionais de TI mais procurados durante a pandemia pelo advento do homeoffice e necessidade de uma nova logística do mundo do trabalho. Hoje vamos falar sobre uma atividade específica que o mercado procura e não encontra. Por que esse tema: em 2020 talvez centenas de milhares de pessoas perderam seus empregos. Ao mesmo tempo, a demanda por profissionais de TI, como mostra o artigo acima, teve um crescimento extraordinário. Para reduzir o gap, os trabalhadores precisam se ajustar a uma nova realidade, talvez migrando de área, obtendo novos conhecimentos. Esperamos que esse artigo seja útil tanto para as empresas quanto para aqueles que querem se reinventar.

No segundo semestre de 2020, você acompanhou várias notícias sobre ataques de “hackers” em diversas empresas e órgãos públicos no Brasil. Mas ataques cibernéticos ocorrem em todo o mundo. Veja o artigo no qual esclarecemos  a diferença entre hacker e cracker, pois até a mídia se confunde.

Num movimento nobre, algumas empresas de ensino da área, disponibilizaram seus cursos de forma gratuita. Muitos jovens puderam usar o tempo para  investir no conhecimento e buscar o primeiro emprego ou estágio. Mas o que importa é o conhecimento e o jeito  do profissional: homem, mulher, jovem, adulto e até mesmo idosos.  Podemos dizer que a tecnologia é muito democrática, pois leva as oportunidades para quem tem desejo de mudança e ação. A internet quebrou as fronteiras e os cursos de certas áreas não precisam ser presenciais. O trabalho de profissionais de TI e outros fazem uma nova realidade, é remoto.

Mas com todo esse conforto e controle da tecnologia, surgiram os especialistas do mal. Imagine (sem a pandemia) um grande show, um festival, que será realizado numa grande arena. Conforme o tamanho do público, haverá necessidade de um grande time de seguranças particulares e policiais. Na internet acontece o mesmo, as empresas e pessoas estão todas reunidas num mesmo lugar: a www e se tornam alvos de quem usa o conhecimento aliado às más intenções.

A pandemia trouxe a vulnerabilidade e faltam profissionais de cibersegurança no mercado. Esse fenômeno faz com que os salários sejam melhores do que se houvesse excesso de profissionais. Bom por um lado (quem quer entrar na área) e não tão bom para o outro (as empresas que precisam ser protegidas). Hora de lembrar que existe a terceirização.

O cenário é favorável para quem atua ou quer atuar na área de TI. Veja o vídeo de uma reportagem do Jornal Hoje:  

Trecho do Jornal Hoje de 02.01.21

Se você é empresário, sabe o que precisa fazer para proteger sua empresa. E se você é um trabalhador, faça o seu Plano de Crescimento profissional e realize logo, pois a tecnologia não espera!

Compartilhe esse conteúdo com sua rede de contatos e conte sempre conosco quanto precisar.

Foto: Unplash

Vídeo: Jornal Hoje (youtube)

Deixe uma resposta