Planejamento Estratégico Anual: Como Fazer Certo

Planejamento Estratégico Anual: Como Fazer Certo

2020: o ano inesquecível que foi experimentado como aquele que ditou novos comportamentos está indo embora. Se você é empresário ou gestor, sabe que não dá pra parar. O mundo dos negócios não pode ter doença incurável. É abalado mas não morre. Por isso, nesse artigo vamos tratar do tão falado planejamento, mas de uma forma simples e direta, focando os principais elementos que não podem faltar. Após a leitura, você poderá começar a planejar 2021, o ano que todos esperam. Aproveite!

O planejamento estratégico é um documento que detalha como você atingirá seus objetivos no negócio.

Muitas empresas que não tinham como hábito o Planejamento e a cultura da melhoria continua foram pegas de surpresa. As outras também, mas o fato de pensarem sobre problemas e buscarem soluções através do planejamento, lhes colocou em vantagem.

Por onde começar

Apenas pelo exercício cognitivo. Se você é pequeno empresário, trabalha sozinho, ou se tem uma equipe, a primeira coisa é pensar sobre os pilares da empresa: missão, visão e valores. Em tempos de pandemia, repensar esses aspectos é essencial, pois vai refletir as mudanças em sua mente e na perspectiva da empresa.

Estabelecer Objetivos

Para que você realmente saiba o que fazer, é preciso determinar o que pretende alcançar. Por exemplo: transformação digital, aumento das vendas, expansão geográfica, diversificação do core business, fortalecimento da marca, lançamento de um novo produto ou serviço, internacionalização: esses são alguns dos objetivos que você pode seguir durante o ano que se inicia. Mas lembre-se: não dá pra fazer sozinho. Terceirize, peça ajuda para sua rede de contatos ou delegue dentro da sua empresa, se a estrutura permitir e se o que for delegar esteja no escopo de seu negócio principal. Áreas como RH, TI, Marketing Digital podem e muitas vezes devem ser terceirizadas.

Faça um Diagnóstico

Fazer um levantamento do cenário é fundamental, pois ele vai indicar o ponto de partida. Um diagnóstico precisa contemplar vários aspectos da empresa, dos processos, pessoas, recursos. Um mapeamento de processos seria ideal. Se não  souber como fazer, peça uma consultoria para quem faz. O SEBRAE e outros órgãos oferecem o serviço. Vale ressaltar que a TI é uma aliada para eliminar a burocracia, reduzir custos e elevar sua empresa para um nível melhor perante o mercado.

Faça a Análise SWOT

Usar essa ferramenta para confrontar o que foi levantado no diagnóstico com o macro e o micro ambientes é fundamental para delinear os esforços que serão necessários para atingir os objetivos, que podem ser traçados inclusive nessa fase. Vale lembrar os itens: Ameaças e oportunidades (do macroambiente externo), forças e fraquezas (do microambiente).

Como fazer a analise SWOT:

Descrição: Pin em estudos

Fonte: i.pinimg.com

Observe que Ameaças podem não se concretizar, mas se sua empresa planeja, estará preparada para esses eventos indesejáveis.

Um Plano Orçamentário

O planejamento orçamentário é uma das ferramentas de gestão mais eficazes para o crescimento de uma empresa. Quando você determina um teto de gastos mensais e cumpre com o planejamento, termina o ano com mais ganhos. Afinal, você deixa de gastar mais do que efetivamente ganha, reduzindo as perdas financeiras. Além disso, educa seu time a fazer mais com menos e, no fim das contas, percebe que a empresa pode ser otimizada com a ajuda do planejamento estratégico anual, fortalecendo a necessidade de uso desse documento.

Indicadores de Performance

Os objetivos sempre são desdobrados em metas, as quais são acompanhadas por meio de indicadores. Se uma de suas metas é reduzir os custos operacionais, por exemplo, os indicadores que trarão informações precisas sobre esse processo são: lucro operacional, rentabilidade e despesas com fornecedores, entre outros. Para cada meta estipulada, tenha ao menos um indicador atrelado, a fim de acompanhar sistematicamente o sucesso da sua empresa ao longo do ano.

Comunique o Plano

Muitas, muitas empresas  fazem planos mirabolantes e quando se pergunta para a recepcionista algo sobre ele, ela não sabe de nada. Se todos os colaborados não souberem que estão num processo de mudança e melhoria, vai emperrar. Não deixe sua empresa cair nessa armadilha. Após fazer o Plano, reúna todos e repasse todas as informações e mostre como cada setor e cada individuo pode colaborar para o atingimento das metas e objetivos.

Implementação

Terminadas as fase de concepção e comunicação, coloque seu planejamento estratégico anual em prática! Lembre-se que ele é um instrumento de gestão que deve acompanhar todas as decisões da empresa e promover o alinhamento de expectativas e resultados quanto à atuação do empreendimento no mercado. Em caso de mudança brusca do cenário, que impacte no Plano, não hesite em fazer os ajustes.

Não é preciso fazer grandes planos. Melhor fazer aqueles que sua empresa consegue realizar. Se precisar, conte conosco. Peça um diagnostico e uma plano para a TI da sua empresa.

Deixe uma resposta