O que é OKR e como Pode Ser Utilizado pelos Gestores em sua Empresa?

O que é OKR e como Pode Ser Utilizado pelos Gestores em sua Empresa?

No artigo de hoje vamos desmistificar uma sigla que traduzida significa Objetivos e Resultados-Chave (do original Objectives and Key Results). Em outras palavras, é uma forma ou método para alinhar internamente os objetivos de uma organização, seja com ou sem fins lucrativos e de quaisquer segmentos. Esse modelo de trabalho auxilia no estabelecimento de metas que vão colaborar com os objetivos estratégicos da organização. Tudo fica mais claro para executivos, departamentos, equipes, gestores e indivíduos.

Há três semanas nosso artigo falava sobre KPIs. Pois bem, de forma simples vale saber que eles se complementam, uma vez que os OKRs estão vinculados aos estabelecimento das metas para facilitar o acompanhamento do crescimento da organização, e os KPIs são as métricas, as formas de mensuração dos resultados dos OKRs, que serão alcançados. Podemos dizer que ao analisar os KPIs, a empresa pode até rever os seus OKRs.

No setor de tecnologia, esse modelo já foi institucionalizado. As gigantes do Vale do Silício, como Google e Intel, foram as precursoras dos OKRs na década de 1990, utilizando-os em seu dia a dia de trabalho. As consequências positivas têm sido vistas na forma como essas empresas cresceram e se tornaram referência em seus segmentos.

O que faz o OKR ser algo tão efetivo é sua abordagem simples e focada na eficiência. Algumas das suas características são a de estabelecer ciclos curtos, limitar os objetivos em uma lista sucinta para cada período e a de ter um valor mínimo a ser alcançado.

Acompanhe detalhes de alguns benefícios do uso dessa metodologia em sua empresa.

 Agilidade: ciclos mais curtos de metas que permitem ajustes mais rápidos e melhor adaptação às mudanças;

• Engajamento dos funcionários: a abordagem de bottom up (de baixo para cima) do OKR para definição de metas conecta os funcionários com os objetivos da empresa, aumentando o engajamento;

• Tempo reduzido para definir metas: a simplicidade do OKR faz com que o processo de definição de metas seja mais rápido e fácil, reduzindo drasticamente o tempo em definir metas;

• Transparência: o uso de OKRs compartilhados melhora a colaboração entre times diferentes, resolvendo e unificando iniciativas;

• Autonomia e responsabilidade: a partir de uma comunicação clara, as equipes terão opção de escolher como alcançar os OKRs, se tornando responsáveis por seus objetivos através de critérios que serão conhecidos por toda a empresa.

• Foco e disciplina: com um número reduzido de metas, os times passam a ter foco, esforçam-se e têm iniciativas;

• Metas mais ambiciosas: criar objetivos flexíveis fazem com que a equipe defina metas ambiciosas e desafiadoras.

Que tal ver alguns exemplos e copiar para a sua empresa?

Exemplo 1: Para Vendas

Objetivo: Ser Líder de Vendas na América do Sul na categoria de produtos higiene pessoal no próximo quinquênio.

Resultados-chave:
KR 1: Crescer 20% em número de clientes por  em todos os países da América do Sul
KR 2: Atingir uma Receita Recorrente Mensal de R$ 1 milhão
KR 3: Ter vendas internacionais de pelo menos R$ 1,5 milhão

Exemplo 2: Para Financeiro

Objetivo: Fazer o planejamento do Orçamento anual

Resultados-chave:

KR 1: Entregar relatório da auditoria do ano anterior.

KR 2: Concluir projeções de receitas.

Exemplo 3: Para Marketing

Objetivo: Ter uma base leads toda renovada (números dobrados) nos dois próximos anos e depois 50% renovado a cada seis meses

Resultados-chave:
KR 1: Aumentar visitas mensais da webpage em 30%
KR 2: Ter três parcerias para link building
KR 3: Alcançar a marca de 2000 Leads a partir de Busca Paga

Percebeu como um objetivo está ligado aos resultados-chave? A partir daí e nos períodos determinados, os KPIs entram em ação, para checar se os objetivos terão sido atingidos.

Entender essas diferenças ajuda a empresa a pensar melhor até na retenção de seus talentos, já que o desempenho é um fator levado em conta nesse aspecto.

Talvez você se pergunte: mas por onde eu começo e como vai ser esse processo? Então separamos uma figura que vai ajudar você a visualizar  e implementar em sua empresa.

 

                                            Ciclo do OKR.       Fonte: Tecnicon

Para concluir, lembre-se que, antes de iniciar é preciso conhecer o seu cenário, refletir o suficiente e depois começar a estabelecer tudo junto com seus colaboradores. Agregue essas pérolas ao seu processo e temos certeza que obterá sucesso:  1) criar metas desafiadoras para períodos curos, b) foco, c) transparência e clareza nas informações, d) mensurar resultados regularmente, e) revisar as metas.

Assim, esperamos ter colaborado um pouco mais com a sua jornada trazendo informações relevantes. Compartilhe em suas redes sociais e conte com nossos serviços especializados que podem ajudar sua empresa a crescer.

 

Deixe uma resposta