VPN E VPS: PARECEM IGUAIS MAS SÃO DIFERENTES

VPN E VPS: PARECEM IGUAIS MAS SÃO DIFERENTES

Hoje vamos falar com as empresas que precisam crescer de forma segura e econômica, incluindo a inovação em seus processos, mas mantendo suas próprias características. Vamos começar esclarecendo os significados das siglas VPN e VPS, que embora muito parecidas, possuem significados bem diferentes, assim como gêmeos idênticos fisicamente, chegando a ser confundidos, mas que têm personalidades diferentes.

O Que é VPN

É a sigla paraVirtual Private Network, ou Rede Virtual Privada. A operação dela permite o tráfego de dados de maneira segura. Bastante conhecida por garantir o anonimato dos usuários, a VPN mantém a segurança dos dados enquanto eles trafegam pela rede, pois trabalha como se fosse um firewall, mas no lugar da proteção a uma máquina, oferece  a proteção para as informações que trafegam por túneis e que são criptografadas, assim, mesmo que uma informação seja capturada, ela não poderá ser decifrada. A VPN  também é usada para que usuários consigam acessar uma rede mesmo não estando fisicamente próximos dela, um funcionário trabalhando em homeoffice que consegue acessar a rede interna de sua empresa. Mesmo que sua empresa seja pequena, você pode economizar com espaço físico, transporte de funcionários. Essa é a nova configuração dos espaços de trabalho. Aproveite e economize. Uma VPN também pode permitir a utilização de redes públicas de maneira segura.

Para quem é indicada?

As VPNs podem ser usadas tanto por empresas que desejam que seus dados sejam transmitidos de forma segura como por usuários comuns, que podem garantir a segurança na navegação, “mascarar” seus IPs para impedir possíveis bloqueios por região e se certificar de que permaneçam anônimos.

Como Escolher uma VPN para uma Pequena Empresa?

Para obter segurança e velocidade otimizadas, escolha uma VPN que ofereça criptografia de grau militar, conexões rápidas e banda ilimitada. Evite VPNs que armazenem registros de conexões; em vez disso, opte por provedores que mantenham uma rigorosa política antilogs. Esses registros podem conter informações sigilosas, como seu endereço IP real, as quais podem facilmente cair nas mãos erradas.

Você precisará de uma VPN que ofereça servidor com IP dedicado (não é compartilhado com nenhuma outra conta do mesmo servidor) para evitar sobrecarga e lag, bem como permitir que seus funcionários acessem a partir de localizações remotas. Certifique-se de que o provedor escolhido opere servidores próximos à sua localização física, para que você obtenha velocidades otimizadas. Quanto mais longe estiverem os servidores, mais lenta será sua conexão.

Se você pretende alterar sua localização virtual, busque uma VPN com servidores na sua região de interesse. Conectar-se a um servidor em outra região irá ocultar a localização do IP do seu dispositivo e fazer parecer que você está localizado nessa outra região, o que é perfeito para realizar pesquisas de mercado ou comparações.

Para um desempenho otimizado de alta velocidade, escolha um provedor de VPN com um histórico comprovado de estabilidade e segurança.

VPS é a sigla para Virtual Private Server, ou Servidor Virtual Privado. Refere-se a uma técnica que usa a virtualização para dividir um servidor físico em diversos servidores virtuais. Um mesmo hardware pode ser repartido em vários servidores, de maneira que cada um tenha suas próprias características e capacidades, operando como um servidor independente, com processamento, tráfego, RAM e espaço em disco separados. São altamente recomendados para empresas de pequeno porte que operam no modo on-premisse/local. Esse servidor permite alta qualificação no aspecto acessibilidade, permitindo que isso seja feito a qualquer hora e lugar.

O VPS é ideal para necessidades específicas, como a hospedagem de sites e pequenas aplicações. Veja agora algumas características:

  • Escalabilidade de recursos, até o limite da máquina física;
  • Pacotes fechados de contratação, na maioria dos casos;
  • Opções a) sem gerenciamento, b) gerenciadas e c) semi-gerenciadas;
  • Liberdade total para o usuário, da configuração à manutenção;
  • Acesso root;
  • Baixa redundância de hardware;
  • Preços mais baixos que outras soluções;
  • Curva de aprendizagem alta (exige conhecimentos de infraestrutura).

Se sua empresa precisa de um servidor local, pode optar por adotar a Nuvem para necessidades mais genéricas.

Já esclarecidas as diferenças entre VPN e VPS, continuamos a sua disposição leitor, para sanar quaisquer dúvidas e orientar sua empresa sobre as melhores decisões, considerando sua estrutura, seus objetivos e seus recursos.

REFERÊNCIA: Olhar Digital

Deixe uma resposta