ESTRATEGIA OU ESTRUTURA?

O artigo dessa semana foi criado para uma reflexão séria antes da tomada de decisão sobre o plano de profissionalização ou crescimento de sua empresa, seja você empresário, gerente ou gestor.

Nossos artigos e posts revelam a importância de conhecer e considerar informações sobre tudo o que envolve sua empresa. Nossos artigos estão focados na TI. Mas sua empresa precisa considerar várias áreas do conhecimento e congregar tudo para a tomada de decisão. Bem, mas agora vem a pergunta: o que eu preciso considerar antes de tomar uma decisão importante: a estrutura da empresa ou eu penso nas estratégias e adequo a estrutura às novas estratégias?  O que você acha? Pare de ler e reflita um pouco. Pensou? Ótimo.

Pense na Revolução industrial, que trouxe a substituição do que era artesanal para a produção em série. Vamos viajar para o presente: com a pandemia, o comércio eletrônico explodiu, mas nem todas as empresas estavam preparadas na estrutura, para atender a demanda. Ou seja, uma estratégia emergente, que surgiu sem ser planejada, requereu uma estrutura urgente. Vamos exemplificar: Magazine Luiza. Uma empresa de ponta em Tecnologia. Como assim?  Ela preparou toda a sua estrutura logística, usando o que há de mais moderno e ao mesmo tempo congregando estratégias simples. Loja virtual bem construída, com detalhes importantes dos produtos, parceiros vendedores que são empreendedores e que ganham comissão pelas vendas que fazem e, associados ao nome Magalu, sentem-se gratos e importantes. Mas focando na TI novamente, a empresa desenvolveu um sistema que possibilita entregas rápidas, respostas rápidas. É a TI trabalhando dentro dos Centros de Distribuição. E 2019, o Magalu contava com 12 Centros de Distribuição e 913 lojas, que também funcionam como mini CDs. Definiu estratégias e foi adequando a estrutura. Não foi pega de surpresa. Os concorrentes foram.

Os esforços em logística do Magalu são centrais na estratégia de transformar a empresa numa plataforma multicanal. A Malha Luiza, formada por 1,7 mil microtransportadores, já tem prazos abaixo da média para todo o País. No ano passado, a companhia comprou a startup de logística LogBee, que traz a lógica dos aplicativos de táxi para a entrega da empresa. O plano é, no futuro, a LogBee fazer o processo de “last mile” retirando, com seus parceiros, produtos na loja física e levando até a casa do cliente.

Se sua empresa está confusa quanto aos objetivos e metas, ainda assim, há decisões que precisam ser tomadas. Empresas que não aproveitam os benefícios que processos informatizados oferecem, estão fadadas a mortalidade. Não é uma questão de escolha e sim de sobrevivência, assim como a adequação que teve que existir logo após a Revolução Industrial. Hoje estamos na era Digital.

Agora pense em sua empresa, no seu negócio e tente responder a pergunta: o que vem primeiro: A Estrutura ou a Estratégia?

Quais são os principais fatores que provocam mudanças na estrutura da organização?

  1. Estratégia
  2. Tamanho
  3. Tecnologia
  4. Ambiente

Vamos considerar brevemente cada um deles.

Estratégia: a maioria das estratégias empresariais foca em três dimensões: inovação, redução de custos ou imitação e, para cada uma destas estratégias, existe um modelo de estrutura mais adequado. Portanto, agora é possível responder à pergunta apresentada no título deste artigo: quem vem primeiro, a estrutura ou a estratégia?

Quando pensamos em termos de Plano de Negócio, a definição da estrutura organizacional deve seguir a estratégia! Mesmo em pequenas empresas, quando a estratégia do negócio pode não ser formal, o proprietário possui um modelo mental de como a empresa deverá atuar no mercado, portanto, ele já tem uma estratégia definida em sua cabeça – mesmo que seja informal, o empresário sabe sua estratégia. Consequentemente, a estrutura deverá fundamentalmente seguir a estratégia da empresa.

Tamanho: Quanto maior a empresa, maior a necessidade de criar níveis verticais par a manter a amplitude de controle estável, maior a necessidade de departamentalização, e maior é a necessidade de criar regras e regulamentos quando comparada às pequenas empresas.

Tecnologia: relembrando um dos conceitos de tecnologia: são “os meios pelos quais uma empresa transforma insumos em resultados… toda organização tem pelo menos uma tecnologia para converter seus recursos financeiros, humanos e físicos em produtos ou serviços”.

Ao projetar a estrutura é preciso compreender a tecnologia que será empregada e também as necessidades da operação. Por exemplo, a inovação tecnologia nas empresas agropecuárias pressupõe equipamentos para analisar solo, clima, necessidade irrigação, tempo de colheira, drones usados como mini satélites. Já numa plataforma de vendas, como o Magalu, a tecnologia tem outra perspectiva. As vezes é necessário desenvolver programas personalizados. Sabemos que em tecnologia tudo é possível. Depende de até onde vai a mente de quem está criando as estratégias.

Ambiente; O ambiente é composto pelas instituições e forças externas que podem afetar o desempenho da organização, podendo incluir: fornecedores, clientes, concorrentes, governo, opinião pública, clima e em nossos dias pandemia.

Quanto mais simples for o ambiente (que não é o caso do mundo neste momento) mais mecanicista poderá ser a empresa. Ao contrário, quanto mais complexo for esse ambiente, mais orgânica a estrutura precisa ser. Portanto, nesse momento, sua empresa precisa ter condições de mudar rapidamente e você precisa permitir isso.

Antes de encerrar, só há uma pergunta: qual é a sua estratégia para a empresa?

Conte com nossa consultoria para definir as melhores estratégias e criar a estrutura mais adequada.

REFERÊNCIA:

ROBBINS, Stephen P. (2005). Comportamento Organizacional. Pearson Education do Brasil. Cap. 15 Fundamentos da Estrutura Organizacional.

PARO. Pedro. Quem vem primeiro: estratégia ou estrutura organizacional. Disponível em: https://pedroparodotcom.wordpress.com/2014/11/05/quem-vem-primeiro-a-estrategia-ou-a-estrutura-organizacional/